UNAIDS pede a governos e indústria farmacêutica para manter compromisso com medicamentos acessíveis

Enquanto os líderes mundiais se reúnem em Nova York para se comprometer com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, incluindo metas ambiciosas de saúde pública, o UNAIDS apela aos governos e à indústria farmacêutica para que garantam que os medicamentos permaneçam acessíveis a todos.


Aumentos dramáticos nos preços de alguns medicamentos estão levantando preocupações sobre a disponibilidade continuada desses remédios para os pacientes, bem como sobre os efeitos mais amplos na saúde pública.


“Toda a pessoa tem o direito à saúde, não importa onde ela nasça ou quem ela seja”, acrescentou Sidibé.


“Enquanto os líderes mundiais se comprometem a novas metas de saúde pública como parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os governos e o setor privado têm a responsabilidade de garantir que os medicamentos permaneçam acessíveis a todas as pessoas”, disse o Director Executivo do UNAIDS, Michel Sidibé. “A resposta à AIDS é uma prova de que o acesso a medicamentos mais baratos e eficazes pode parar e reverter uma epidemia. ”


A concorrência dos genéricos na indústria farmacêutica, promovida pelo uso das flexibilidades de propriedade intelectual, ajudou a tornar os preços de medicamentos que salvam vidas muito mais acessíveis ao longo dos últimos 15 anos e permitiu o enorme aumento de escala dos programas de tratamento do HIV. Mais de 15 milhões de pessoas têm hoje acesso a medicamentos antirretrovirais, em comparação com menos de 700 000 pessoas em 2000.



#a1 #a2 #noticia

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square