Campinas receberá Encontro Regional de HIV/Aids, Sífilis e Hepatites Virais nesta semana

 

Nesta quinta e sexta-feira Campinas vai ser sede do 1º Encontro de Articulação em saúde da Região Sudeste do Brasil. O evento acontece entre os dias 26 e 27 de outubro e tem como tema 1º Encontro Regional de Prevenção Combinada das Infecções Sexualmente Transmissíveis, HIV/Aids e Hepatites Virais.

 

O encontro é organizado pela OSCIP Terra das Andorinhas, por meio do Projeto Viva Melhor, em parceria com o Departamento de Sustentabilidade do CIESP Campinas e conta com o apoio do Ministério da Saúde, do Programa Municipal de DST/Aids/SP e do Programa Municipal de IST/HIV/Aids e Hepatites Virais de Campinas/SP. Tem como propósito reunir profissionais da saúde e de RH, a sociedade civil, gestores públicos, as pessoas que vivem com HIV, Sífilis e com as Hepatites Virais, a comunidade científica e estudantes, para discutir avanços e os desafios para as Metas 90-90-90 - HIV/Aids e Zero Discriminação, bem como estratégias na prevenção e controle da Sífilis e Hepatites Virais para a redução das vulnerabilidades.

 

Cerca de 200 pessoas são esperadas por dia, durante a realização do evento que tem por objetivo estimular o debate para gerar o desenvolvimento de estratégias e fortalecer parceria entre governos e sociedade civil no desenvolvimento de ações de controle, tratamento e prevenção.

 

Atualmente mais de 800 mil pessoas vivem com HIV no Brasil. Dessas cerca de 112 mil ainda não sabem que estão infectadas, segunda dados do Ministério da Saúde. Apesar de estável nos últimos anos - cerca de 40 mil novos casos são registrados, por ano, no país - os novos caso de AIDS tem crescido de forma significativa entre jovens na última década.

 

CAMPINAS

 

Os novos casos de Aids registrado por ano em Campinas/SP se estabilizaram na média de 234 nos últimos cinco anos, mas o aumento das infecções entre jovens dos 15 aos 29 anos, e nos homens que fazem sexo com homens são as maiores preocupações dos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde.

 

"Segundo o Programa DST/Aids de Campinas, antes a faixa etária de jovens era de 20, 25 anos até os 40 anos. Agora, o grupo é de 15 aos 29 anos. Este grupo representa 46,4% do total de infectados na cidade. Só entre os 15 e 19 anos são 5,5%.

 

A OSCIP Terra das Andorinhas manterá um expositor no encontro para distribuir preservativos femininos e masculinos, materiais educativos e atender os participantes sobre as ações desenvolvidas pelo projeto na Região Metropolitana de Campinas (RMC).

 

No local também estarão sendo realizados Teste Rápido para HIV. O teste é gratuito e sigiloso e o resultado saí em 30 minutos.

 

SERVIÇO:

 

ENCONTRO DE ARTICULAÇÃO EM SAÚDE DA REGIÃO SUDESTE DO BRASIL

 

TEMA: "1º Encontro Regional de Prevenção Combinada das Infecções Sexualmente Transmissíveis, HIV/Aids e Hepatites Virais"

 

OUTRAS INFORMAÇÕES:

 

Site:

www.easterradasandorinhas.org.br

www.vivamelhorfacaotestehiv.org.br

E-mail: osciptda@gmail.com

Telefone: (19) 3383-0941

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Featured Posts

Sem financiamento sustentável, resposta à AIDS pode falhar

October 8, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive