Transexualidade e Travestilidade na Saúde

12/12/2017

Autor -

 

Este documento apresenta os resultados de dois indicadores sintéticos desenvolvidos pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública cujo objetivo é mensurar à exposição do jovem à violência letal no Brasil. O primeiro indicador é o Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência e Desigualdade Racial, que classifica as Unidades da Federação em dimensões como violência entre os jovens, frequência à escola e situação de emprego, pobreza no município, desigualdade e incorpora ainda uma variável que considera as diferenças de mortalidade por homicídio entre jovens brancos e negros no Brasil (risco relativo). De modo a complementar a análise sobre desigualdade racial, apresentamos também o cálculo do risco relativo para a mortalidade por homicídio de jovens negras e brancas, evidenciando a desigualdade racial na violência letal contra o sexo feminino. Por fim, apresentamos a quinta atualização do Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência – IVJ – Violência, que classifica os 304 municípios com mais de 100 mil habitantes em quatro dimensões: violência entre os jovens, frequência à escola e situação de emprego, pobreza no município e desigualdade. Importante destaque precisa ser feito à faixa etária dos índices desta edição: todas as demais edições consideraram a faixa etária de 12 a 29 anos de idade, mas, a partir de 2013, com a aprovação do Estatuto da Juventude, este segmento populacional foi definido como todos os indivíduos entre 15 a 29 anos e, por esta razão, os índices atuais foram ajustados para coincidir com a definição legal de juventude.

 

Acesse o relatório na íntegra clicando aqui.

 

 

Please reload

Featured Posts

O que as pessoas que vivem com HIV precisam saber sobre HIV e COVID-19

May 13, 2020

1/10
Please reload

Recent Posts