Drauzio Varella defende venda de autoteste de HIV nas farmácias

12/10/2015

 

Assim que foi anunciada a aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para a venda de testes de HIV em farmácias, no dia 20 de novembro, o imunologista e oncologista Dráuzio Varella publicou em sua conta no Youtube um vídeo explicando por que a aprovação, segundo ele, é uma “decisão interessante”.

 

“Há anos eu defendo que o teste da aids seja vendido na farmácia (...). Tem gente que crítica esse tipo de procedimento, eles dizem que é muito mais sensato você ir a uma unidade de saúde”, disse Varella no vídeo.  “A vantagem de se fazer um teste no anonimato é que hoje, assim que a pessoa descobre que é portadora do vírus, ela tem que começar o tratamento, porque ela vai viver muito mais e em condições muito melhores”, afirmou.

 

Além de se posicionar a favor da medida, Varella explica a respeito do teste rápido, como funciona e sobre o falso positivo e resultado negativo: Se você faz esse teste e deu positivo, você precisa fazer um exame confirmatório. (...) se você faz o teste e deu negativo, não existe falso negativo. Se deu negativo, é negativo e está acabado”.

 

 

 

Please reload

Featured Posts

A Cidade de São Paulo elimina transmissão do HIV de mãe para filho, diz ministério

November 16, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive